Reading Exercise

[Reading Exercise] 50 Shades of Grey – Review

Passing the mouse cursor over text in bold will show the translation.

Cinquenta Tons de Cinza – Resenha

Antes de tudo, vou deixar claro que1 eu não li (ainda) a versão nacional, mas segundo consta,2 a tradução foi bastante fiel, o que já me agrada bastante. Portanto, essa resenha é toda baseada na versão original do livro.

Título: Cinquenta tons de cinza
Autora: E. L. James | Editora: Intrínseca
Sinopse: Quando Anastasia Steele entrevista o jovem empresário Christian Grey, descobre nele um homem atraente, brilhante e profundamente dominador. Ingênua3 e inocente, Ana se surpreende ao perceber que, a despeito da enigmática reserva de Grey, está desesperadamente atraída por ele. Incapaz de resistir à beleza discreta, à timidez e ao espírito independente de Ana, Grey admite que também a deseja – mas em seus próprios termos. Chocada e ao mesmo tempo seduzida pelas estranhas preferências de Grey, Ana hesita. Por trás da fachada de sucesso – os negócios multinacionais, a vasta fortuna, a amada família -, Grey é um homem atormentado por demônios do passado e consumido pela necessidade de controle. Quando eles embarcam num apaixonado e sensual caso de amor,4 Ana não só descobre mais sobre seus próprios desejos, como também sobre os segredos obscuros que Grey tenta manter escondidos…

Vocês sabem, Cinquenta Tons de Cinza é, originalmente, uma fanfic de Crepúsculo . Só isso já seria suficiente para um rebuliço,5 tanto da parte de quem gosta da série como da parte que odeia. Para lançar sua fanfic como livro, a autora E. L. James precisou modificar os nomes dos personagens e Edward e Bella se transformaram em Christian Grey e Anastasia Steele

O livro narra o relacionamento de Christian e Anastasia que começa com uma entrevista. Quando ela precisa ajudar a amiga, acaba por conhecer o milionário Christian Grey e a atração é imediata. Apesar disso, ela jamais poderia imaginar que seria mútua. Então, ele lhe propõe um contrato: durante os próximos meses ela viveria na mansão dele sendo sua escrava sexual.

Cinquenta Tons de Cinza está longe de ser um livro bem escrito. Ao contrário, a personagem consegue ser mais insuportável – sim, é possível – do que Bella com sua mania de invocar sua “inner goddess” (deve ter sido traduzido como “deusa interior”, mas nunca se sabe).6 Isso sem falar em Christian que, de todos os seus fetiches bizarros, vai ficar excitado logo com a mania de Ana de morder o lábio inferior. Ah, isso é tão irritante!

Se você conseguir superar a personalidade irritante da Ana, a história tem conteúdo. Quem está acostumado a ler “livros de banca”7 e outros livros cujo foco é o sexo, vai perceber que Cinquenta Tons de Cinza tem sim uma trama, só que em vez de um herói que salva a mocinha, esse é muito mais psicológico e centrado nos traumas de Grey. E aí, cabe um novo paralelo com Crepúsculo.

Tanto Edward quanto Christian tem o mesmo perfil dominador, a diferença é que no livro de Stephenie isso fica claro nas atitudes superprotetoras do protagonista e no de E. L. James, isso é exteriorizado por meio da dominação sexual. Mas o perfil dominante está lá, em ambas histórias.

Particularmente, o que mais me chamou atenção no livro não foi a questão da submissão em si. Ser agredida – durante o sexo ou não – sem consentimento é agressão e ponto, independente de sua cultura, de sua visão de mundo, o que for… O que não é o caso em Cinquenta Tons de Cinza no qual a protagonista aceita espontaneamente, por exemplo, levar uma surra a cada vez que “faz algo errado”. Acontece que algumas mulheres – e homens também – sentem prazer nesse tipo de prática e isso entra em questão no livro quando se conhece melhor o histórico de Christian Grey. E quem é você, leitor, para julgar o fetiche alheio?8 O que é bom para você, pode não ser para o outro, e vice-versa.

Gostei muito do fato da autora não ter se privado e falar abertamente de BDSM, sem pudores,9 sem meias palavras10 ou de forma velada. E mais, gostei porque é um tapa na cara11 dessa sociedade pseudo puritana e hipócrita.

De modo algum12 esse é um livro que faça apologia a agressão a mulher. Por favor, vamos aprender a ler e a diferenciar uma coisa da outra. Enquanto algumas pessoas vão querer queimar Cinquenta Tons de Cinza em uma fogueira, alegando que ele é um livro machista, outras mulheres vão descobrir novas formas de prazer. Cinquenta Tons de Cinza é um livro extremamente erótico e de conteúdo adulto.

Read More Here…

• Antes de tudo, First of all,
1 deixar claro que make it clear that

Just to be clear, this was not me.Só para deixar claro, não fui eu.


She made it clear that she didn’t like him.Ela deixou claro que não gostava dele.


• versão nacional, national (Brazilian) version (i.e., translated to Portuguese)
2 mas segundo consta, but reportedly

Segundo me consta.As far as i know.


• fiel faithful (“true to the original version”)
• me agrada pleases me
• Portanto Therefore
• resenha review
• empresário entrepreneur
• profundamente dominador. intimidating
3 Ingênua Naive, Unworldly

He’s young, naive and inexperienced.Ele é jovem, ingênuo e sem experiência.


Don’t be naive.Não seja ingênuo!


I like Maria, but she’s very ingenuous.A Maria, eu gosto dela, mas ela é muito ingênua.


• se surpreende ao perceber que, is startled to realize that
• a despeito da enigmática reserva despite his enigmatic reserve
• desesperadamente desparely, hopelessly
• atraída por attracted to
• beleza discreta, quite (discreet) beauty
• a deseja wants her
• em seus próprios termos. on his own terms
• Por trás Behind
• fachada facade
• apaixonado passionate
4 caso de amor, love affair

A woman has a one-night love affair.A mulher tem um caso de amor a noite.


• segredos obscuros dark secrets
• Crepúsculo Twilight
5 rebuliço (to cause a) stir, commotion

A chegada dos campeões causou rebuliço no aeroporto.The arrival of the championship team caused quite a stir at the airport.


• lançar launch, release, publish
• personagens characters
• narra narrates
• Apesar disso, Nevertheless, In spite of this
• escrava sexual. sex slave.
• está longe de ser is far from
• Ao contrário, Rather, On the contrary
• insuportável unbearable
6 mas nunca se sabe). but one never know, but whatever

Nunca se sabeOne never knows.


Nunca se sabeYou never can tell.


• sem falar em not to mention
• lábio inferior. lower lip
• conseguir superar can get past
7 banca newsstand

“banca de revista” is the equivalent to a “newsstand”, similar in content to the little shops you’d find in an airport, except they are much more prevalent throughout Brazil.


• uma trama, a plot,
• mocinha “little moça”; girl
• cabe there fits (is compatible with)
• Tanto Edward quanto Christian Both Edward and Christian
• isso fica claro this is made clear
• superprotetoras overprotective
• por meio da by, through
• perfil dominante dominant profile
• ambas both
• a questão da the issue of
• em si. (in) itself
• Ser agredida To harm, cause pain
• e ponto, period (!)
• o que for… whatever…
• no qual in which
• levar uma surra take a beating
• isso entra em questão this comes into question, is taken into consideration
8 fetiche alheio? someone else’s fetish

não atrapalhem a paixão alheiadon’t interfere with the passion of others


Não se intrometa nos assuntos alheiosDo not meddle in other people’s affairs


falar da vida alheiato gossip


• não ter se privado didn’t hold back (“did not deprive herself”)
• abertamente openly
9 sem pudores, without shame/modesty

sem o menor pudor, sem qualquer vergonhawithout the least bit of shame


10 sem meias palavras without mincing words, loud and clear, unabashedly

also: sem rodeios…and less commonly: de opinião firme, implacávelmente


• velada veiled
11 tapa na cara slap in the face

I gave him a slap.Eu dei um tapa na cara dele.


A família não sofreu agressões físicas, exceto pelo filho mais velho, que levou um tapa na cara.


Neymar alegou que tomou até tapa na cara durante a partida.


• puritana Puritan, i.e., person with rigid principles
12 De modo algum In no way

Not at all!De modo algum!


I am anything but a liar.Não sou de modo algum um mentiroso.


There’s no way I’m going to do that.De modo algum farei isso.


• diferenciar differentiate
• alegando que aledging that
• machista sexist

icon_promo_basic5

Advertisements

One thought on “[Reading Exercise] 50 Shades of Grey – Review

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s